terça-feira, 9 de junho de 2009

Ou seja

Varandear é dedo de prosa. É convidar amigos pra ficar olhando o tempo. É costurar assuntos, começar por filosofia e acabar em episódios de seriados mexicanos. Varandear é juntar pedaços de vidas, é tomar café de tarde, jogar cartas, escrever cartas, entrever artes.
Varandeando é onde ando onde tu andas. Ficar atarantado, desnorteado, achado, mexido, muxoxo. Varandeando é chulo. É teatralizar pequenos gestos, poetizar grandes protestos, chamar quem já foi, receber quem se achega: ôôôôpa!
Isso é varar idéias, ascender nuvens, variar diálogos. É fazer uma pausa, pousar na varanda e pensar experiências. Varandeando cantando amores, suores, pudores, onde tu fores, não só flores. Varandear é depositar passagens, palavragens. Varandeando é palavra.
Uma Palavra
(Chico Buarque)
Palavra prima
Uma palavra só, a crua palavra
Que quer dizer
Tudo
Anterior ao entendimento, palavra
Palavra viva
Palavra com temperatura, palavra
Que se produz
Muda
Feita de luz mais que de vento, palavra
Palavra dócil
Palavra d'agua pra qualquer moldura
Que se acomoda em balde, em verso, em mágoa
Qualquer feição de se manter palavra
Palavra minha
Matéria, minha criatura, palavra
Que me conduz
Mudo
E que me escreve desatento, palavra
Talvez à noite
Quase-palavra que um de nós murmura
Que ela mistura as letras que eu invento
Outras pronúncias do prazer, palavra
Palavra boa
Não de fazer literatura, palavra
Mas de habitar
Fundo
O coração do pensamento, palavra

2 comentários:

  1. Varandeando é um nome lindo
    varandear olhando lua
    vadiar na rua

    adorei o texto o blog

    ResponderExcluir
  2. olá, aqui é o irmão do cadú!
    gostei muito do nome do blog!
    até porque ele engloba coisas tão sem nome!
    gostaria de compartilhar tb o meu blog que deve ficar registrado na assinatura da postagem!
    blog esse que partilho com um verdadeiro poeto, um dos mais completos que conheço!
    grande abraço e sorte para o blog, acompanharei diariamente!

    ResponderExcluir