terça-feira, 30 de novembro de 2010

Metáfora








AGRADECIMENTO
Fiz bem de partir e de me demitir de tudo aquilo que dá nome a um homem. Desincumbi-me de esboçar uma alma, de narrar uma história, de adquirir competência e de entrar no percurso das alienações.
Agradeço o vento esquivo que me varreu do mundo: ele me deu a perplexidade, o olho sem pálpebra e um coração abissal para ressoar a imensidão da noite sem resposta.

.Juliano Garcia Pessanha, em "InstabilidadePerpétua".

3 comentários:

  1. Fazia um tempo que não passava por aqui.
    Mas continua sempre em alto nível, teu blog.
    Continuo gostando.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Opa, salve mestre! Valeu pela visita...

    ResponderExcluir
  3. sempre que dá venho aqui pra ver oq vc anda aprontando!nunca me decepciona sr meloncolia!

    ResponderExcluir