sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Abstrato & Figurativo

"Tanto em pintura como em música e literatura, tantas vezes o que chamam de abstrato me parece apenas o figurativo de uma realidade mais delicada e mais difícil, menos visível a olho nu." - Clarice Lispector
Kandinsky

------

Dia novo

Um passo, um guizo, um gozo, um enguiço,
um maço. Pisca-letras. Vida passa com tantos cantos, anchos, manchas que não usamos e não somos ou será
que assomos? Oh, manda o columbiforme para erídano
e na retornança um dança de zapotecas faz a gente
prazenteira a vida inteira e aí.

Amanheço de começo e reconheço este teto, o nome,
meu epíteto eu esqueci hoje. É um domingo, são
duas quintas-feiras? O espírito sabe pronde vai,
recusa-se me contar, adivinhar não posso.

Acho que vi um além do porto, o horizonte continuando
além do corpo. Insisto em saber o que acontece
ali, onde só vê aquele que tem mais de
centoequarentaesete pontos de fuga na íris. Ergo,
logo canso. Cogito e registro: estou acordado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário