terça-feira, 30 de outubro de 2012

haicais da minha horta suspensa

Segue uma série de haicais que tenho produzido no último mês:


na árvore desfolhada
dezessete horas
brotam maritacas


lusco-fusco
o carro sem ninguém
pisca-alerta


noite de céu vazio
violão invade o quintal
procurando o avô


três andorinhas
perfuram o mormaço
das três da tarde


tarde cai no parque
a sombra da corredora
esbarra na árvore


cinza no céu
nas mãos daquela senhora
o cachorro morto


hora do almoço
pássaros comem com calma
a ração dos cães


após longa seca
choveu sereno
em seu aniversário


céu de setembro
a lua sorri com graça
mostrando as estrelas


luzes da cidade
iluminam nuvens secas
chuva de aleluias

2 comentários:

  1. Umas imagens lindas, outras engraçadas, outras melancolicas... mas sempre surpreemdente a construção de imagens em tão poucas palavras.

    ResponderExcluir
  2. Tadeu, tá muito boa a lavra dos curtinhos... Abraço

    ResponderExcluir