quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

EXERCÍCIO Nª 08


cato as estrelas desta noite de água-viva e
costuro uma fantasia usando a lua min
guante errante que é uma belesma lenta e colo
co na boca seu sorriso de gato d’Alice//

então ela disse no papel pra sempre te amo
mas já é madrigalda e estou atrozado pra
ecoar escoar não recuar o dito e leito///

pedaço de lapso esta diagoniado. depois
do jantar pode seraté que + ou – tenha transa
atravessada de banzo. ozolhos do santinho
espiando de mansinho/////

um dos três quartos do ano precisa de por
ta aplaca vento/

não penso cabeça pêlo dedão coração parado
toda via com toda meta amola mundo e tem

mesmo muita coisa que eu não entendo

Nenhum comentário:

Postar um comentário