sexta-feira, 11 de abril de 2014

uma palavra

uma palavra perdida
cuja etimologia desapareceu
na boca de um escriba egípcio

registrada nas praças sujas
surgiu sem querer
no susto de um

(as células do vocábulo expandiram
dias felizes
experiências familiares cheirando à violência

reproduziu vinho entornou
filhos morreram de peste
o verbo existiu

tudo no murmurio breve
entre o suspiro que antecedeu a fala
e o som do depois)

era desta palavra que eu
precisava
agora

2 comentários:

  1. O AGORA O PRESENTE
    UM NASCER DE
    UM SÍMBOLO EXIGENTE,
    MARAVILHOSO PALAVRAS
    QUE SAEM DE SUA MENTE
    PODENDO TER
    ARGUMENTOS LIVREMENTE
    :D

    ResponderExcluir
  2. Gosto desse, não q desgoste dos outros!

    Bateu uma saudade do tempo em que trabalhar e ganhar dinheiro significava sentar a bunda na frente de um computador velho da CEA e jogar conversa fora!

    ResponderExcluir