domingo, 7 de dezembro de 2014

Primeiro Despertar na Praia

sujeito a enganos
(palavras não contabilizam o mar)
encarno algas nos poros
o caralho queimando na rubra lua lúbrica
do teu sexo

terra posta à altura
andamos sobre as águas

Nenhum comentário:

Postar um comentário