segunda-feira, 9 de maio de 2016

Os Pães





I

árvore partilha (pele
rochosa) cheiro da cor (mole
qual miolo animal) o céu
domingando (eu
dormindo) na fermentação
dos primeiros seios que vi

II

as palavras (a cabeça) assavam
pitadas de sol (de dentro
pra fora: um inseto
devorado vira templo
aos ecos) gosto de mãe pintava
café (canoas ocas
partindo) no corpo
pôsto ao forno

III

rolando rua abaixo
irmão incauto (folhas largam
os galhos) queria não deixar rastros
levou o amassado à mesa (
o pão) ria o pai (vinha)
espa(e)lhando  migalhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário