terça-feira, 12 de setembro de 2017

Daquilo que não tem nome



Este poema é primo desse: eu te pássaro

Nenhum comentário:

Postar um comentário